Páginas

Busca

Translate

12/05/2013

Parabéns Mainhas!

maeMãe e Pai é tudo de bom, né mesmo? Só que mãe tem aquele ‘Q’ a mais do que o pai e os motivos são vários. O primeiro é que, além de ser nossa progenitora é ela quem nos carrega por nove meses em seu ventre, e claro que essa tarefa não é nem um pouco fácil. Afinal, ela se arrisca, tem de tomar inúmeros cuidados, tem de aguentar o nosso peso, superar as dores de coluna e ter coragem suficiente para suportar um parto ao natural.

Depois que o querido filho nasce ela praticamente para de viver para si e passa a viver para nova pessoinha que colocou no mundo. Se dedica, cuida, ama, protege, se preocupa, dá aquele duro para dar as melhores roupas, comida, calçados e educação escolar possíveis, além de ajudar na formação do caráter tendo que chamar a atenção, brigar e dar aquele tapinha básico, mesmo que isto doa mais nela do que no filho, por ter de vê-lo chorar. Claro que esse cargo se torna mais leve quando se tem um companheiro responsável que está presente em toda a trajetória, desde o inicio até o fim de suas vidas. Mas uma eternidade de aplausos para aquelas mulheres que suportam tudo sozinhas por conta de um cafajeste que as abandonou ou por aquele marido chato que não ajuda em muita coisa.

Mas eu fico a pensar em quando tudo dá errado, quando pai e mãe, que fizeram o máximo para entregar a Deus e ao mundo um filho reto em caráter, atitudes e pensamentos, são bruscamente impactados com o diferente rumo que o mesmo decidiu tomar. Ser obrigada a ver aquele a quem praticamente deu a vida perdido no fracasso, possuído pela ingratidão para com ela e determinado a contrariar todos os valores e conselhos outrora ensinados pela maior professora da vida, deve ser duro para qualquer mãe, restando-lhes a esperança de que Deus traga de volta o filho pródigo. E quando isto enfim acontece o amor é maior que qualquer coisa, e deste amor surge o perdão para com o filho errante e desobediente.

Feliz o filho que valoriza a sua mãe até o fim, e feliz a mulher que não nega este tão especial dom oferecido por Deus que é o de ser mãe. Que é a representação viva do amor que Deus tem por cada um de nós!

Com isto, desejo a todas as mães que estiverem lendo não apenas um dia, mas sim uma vida feliz. Afinal ser mãe é pra toda vida e não apenas por um dia! Que Deus abençoe todas vocês mamães queridas, e claro, principalmente a minha M33AINHA GISELDA! Smiley de boca abertaSmiley mostrando a línguaCoração vermelhoPolegar para cimaMeninaRosa vermelhaApaixonadoLábios vermelhos

mainha