Páginas

Busca

Translate

30/01/2013

‘1ª Vez’ pode premeditar o nível de satisfação sexual de toda a vida, diz estudo, e retardar esse dia aumenta ainda mais

primeira-vez-inesquecivel-whO Estudo realizado com 331 homens e mulheres, publicado no Journal of Sex and Marital Therapy, dirigido por Mateus Shaffer, estudante de doutorado em psicologia na Universidade do Tennessee e  Veronica Smith, professora de psicologia na Universidade do Mississipi, co-relacionam  a satisfação da primeira experiência sexual, com a satisfação sexual ao longo da vida. Ou seja, caso a sua ‘primeira vez’ seja incrível é provável que as outras ‘vezes’ possam ser idênticas.

Para chegar a esse resultado as 331 pessoas relataram como perderam a virgindade, classificando a experiência de acordo com emoções relacionadas à ansiedade, contentamento e arrependimento. Eles também responderam perguntas sobre sua vida sexual medindo senso de controle, satisfação e bem-estar. Após várias análises os pesquisadores concluíram que aqueles que se sentiram amados e respeitados por seu parceiro na primeira vez descreveram as experiências posteriores como mais emocionalmente satisfatórias. Já aqueles que relataram a primeira vez como negativa demonstraram uma menor satisfação sexual em outras experiências. Porém Shaffer alerta que isso não é uma regra. O estudo não prova necessariamente que uma boa primeira vez pode conceder uma vida sexual satisfatória ao longo dos anos, mas que é possível para o individuo criar um padrão positivo geral de pensamento e comportamento que orienta as experiências sexuais.

Outro estudo que também liga a satisfação sexual com a perda da virgindade, foi feito com 1.659 pares de irmãos do mesmo sexo que foram acompanhados da adolescência até a faze jovem e adulta, e descobriu-se que os que tiveram uma primeira vez tardia foram associados com maior escolaridade e maior renda familiar quando adultos, além de serem menos propensos a se casar e terem menos parceiros. Entre os participantes casados ou que viviam com um parceiro, e que iniciaram tardiamente a experiência sexual, foram associados a níveis significativamente mais baixos de insatisfação no relacionamento na vida adulta. O que significa que o momento da primeira vez prediz a qualidade e estabilidade dos relacionamentos românticos quando adultos, e que quando mais tarde for o momento, melhor pode ser ao individuo.

Fonte: Hypecience [Aqui] e [Aqui]

My Words: Em resumo, uma vez mais foi provado que a recomendação divina de esperar pelo momento certo e com a pessoa certa certa é a melhor decisão que alguém pode tomar para se ter uma vida mais feliz.