Páginas

Busca

Translate

13/05/2012

Mãe

 

mãe

Mãe é tudo igual, dizem. Mas a verdade é que cada mãe é especial para cada um de seus filhos! Por mais que todas as mães tenham aquele jeito maluco de chamar nossa atenção, ou de nos chamar de filhinho da mamãe na frente de todo mundo, há uma coisa que as difere; o amor!

Não que uma mãe ame mais o seu filho do que outra mãe possa amar, mas cada filho sente de forma especial o amor, o carinho e a proteção de sua mãe. Isso porque a Mãe ama integralmente e ponto final! Se não ama é porque não é mãe!

A Mãe não quer saber se o filho manda ela se danar 30x ao dia ou se ele a ignora, mãe é mãe e por isso ama! Ela ama para que no fim de sua vida o filho possa ver o amor que desperdiçou, o amor que nenhuma outra pessoa sentiu por ele a não ser Deus. Se bem que se você recusa o amor de sua mãe, recusa também o amor de Deus, pois o amor é o mesmo!

Portanto aproveite! Curta esse amor que é único! Deguste cada segundo com sua mãe, pois o que é bom infelizmente não dura eternamente! Não troque sua mãe por noitadas, bebidas ou orgulho! Retribua cada segundo que sua mãe investiu limpando seu bumbum, te dando comida em aviãozinho, te dando banho, te ensinando a desenhar e escrever, e quando esteve com o coração na mão quando você deu aquela sumidinha de noite! Mas não retribua com um iPhone ou um carro, mas com amor e carinho, acompanhado daquele típico desenho de Alfabetização que você fez e entregou com um sorrisão no rosto no dia das mães!

Lembre-se sempre de sua Mãe mesmo que não seja o dia dela, porque mãe exerce essa função todos os dias até o fim da vida desde o dia em que ela pensou em ser mãe! Então aproveite enquanto é tempo, porque depois apenas duas coisas restarão: As lembranças ou o remorso!