Páginas

Busca

Translate

07/12/2011

Entrevista com Satanás

pactar_satanas_04

Olá queridos leitores do ‘Coisas de Um Cara’, estamos aqui trazendo uma surpreendente e perigosa novidade. Uma entrevista talvez nunca antes feita por um mortal, e respostas talvez nunca antes conhecidas! Os mistérios e os planos dele foram desvendados, e mesmo correndo o risco de morte, estamos confiando na proteção dos 4 anjos que estão nos protegendo nesse momento tão delicado e perigoso.
Estamos cara à cara com aquele que um dia habitou o Céu. Que era o 4º na hierarquia celeste. E que hoje lidera uma das maiores rebeliões já vistas pelo universo. Uma rebelião que já dura mais de 6.000 anos e que está chegando ao seu fim. E hoje, Lúcifer ou Satanás, sob juramento à Deus nos revela seus planos para conseguir “vencer” essa batalha entre o bem e o mal. Portanto, segure-se na cadeira, respire e fundo, e ore pedindo proteção, porque as bombas a serem explodidas não são nada fracas!

Entrevistador - Olá Lúcifer, é um “prazer” para nós ter a oportunidade de entrevistar você e saber os seus planos para o futuro!

- É… pra mim é um desprazer também estar cedendo a essa entrevista! – Ele respondeu sarcasticamente – Mas ande logo, eu não tenho muito tempo! Sou apenas um e tenho muito o que fazer!

- Ok! Então vamos começar do começo! A Bíblia nos revela que no Céu você era muito importante, para ser mais preciso, o 4º na hierarquia celeste, certo?

- Isso mesmo! Eu era o mais belo, o mais forte, o mais alto, o mais poderoso e o que possuía mais joias penduradas em minhas vestes! Eu era luz e glória, e estava abaixo do Trono de Deus!

- Aham… Sei… – Respondi surpreso pela prepotência e orgulho – Então como você achou que Deus deveria promovê-lo se você já estava acima de todos os anjos?

- É uma história longa, mas tentarei ser breve! Eu estava satisfeito com minha posição, mas não estava aguentando mais ver Miguel, que era apenas um Anjo, receber honras e Glórias como sendo Deus, mesmo sendo legitimamente Filho do Todo Poderoso, enquanto eu tinha que compor músicas em honra a Ele. E depois que Ele foi o Escolhido para criar vocês e essa porcaria de mundo, eu me senti chutado por Deus! – Ele responde furioso.

- Certo… Mas se os anjos não tem poder de criar ou dar vida, porque você se achou no direito de criar a nós e o nosso mundo?

- Por nada! Só inveja de Miguel mesmo!

- Suspeitei desde o principio! E como teve a ideia se rebelar contra Deus?

- Eu estava perambulando pelo Céu tentando arrumar uma maneira de frustrar os planos divinos! Já que eu não participaria da criação do mundo, então impediria que a criatura que seria a imagem e semelhança de Miguel não fosse criada! O problema era que eu não estava encontrando uma falha sequer em Deus. Foi quando eu formulei a história de que Deus mandava em tudo sem dar liberdade a ninguém. E de que Miguel não passava de um ditador disposto a destruir todo aquele que não O Adorasse. Só que como eu era burro, comecei a espalhar essa história aos anjos que confiavam em mim ou que eram abestalhados. E como você conhece a história, logo eu consegui fazer com que a terça parte dos anjos se rebelassem contra Deus e Sua Lei. E acabei sendo expulso.

- Mas você foi expulso assim, sem mais nem menos?

- Não, não! Miguel tentou me fazer voltar atrás várias vezes. Ele me alertou quanto a minha futura destruição, e me pediu para parar com aquilo, pois eu sabia que nada era verdade. Eu tenho que confessar que fiquei surpreso com a Misericórdia Dele, e até fiquei comovido. Mas eu tinha ido longe demais. Eu nunca iria voltar atrás e me submeter ao Todo Poderoso. Seria uma grande humilhação para mim! Sendo assim, preferi ser destruído e levar uns “amigos” junto! – Ele conclui com tenebrosas gargalhadas.

- Entendi. Mas e então, a bíblia fala que vocês vieram direto para cá. Verdade?

- Praticamente sim! A verdade é que se a Bíblia relatasse todos os detalhes um tanto irrelevantes seriam necessárias milhares de páginas. Sendo assim, Deus achou melhor contar tudo pra vocês com o tempo, e algumas coisas só no Céu. Mas aconteceu como Ellen White detalhou em seus livros; Eu andei por todo o universo de planeta em planeta procurando quem nos acolhesse e nos apoiasse na guerra. Era o meu plano destruir junto comigo o máximo de criaturas possíveis. Mas todos foram avisados com antecedência e me expulsaram também. Foi quando Deus criou vocês que eu decidi me aproveitar da prova que Deus lhes tinha dado. Se eu conseguisse enganar o homem, poderia assim entrar na Terra, e consegui!

- Ok! Mas você ficou surpreso com o plano da Salvação humana? E porque vocês também não tiveram outra chance?

- Eu fiquei muito surpreso. Achei que eu iria atormentar a humanidade pela eternidade, e faze-los cometer os mais vis e repudiantes pecados. Mas então sou surpreendido pelo amor e misericórdia infinitos de Deus em mandar Miguel á Terra para pagar com sangue o preço do resgate da humanidade. E nós não ganhamos uma segunda chance porque fomos alertados várias vezes, e por nosso orgulho selamos o nosso destino de destruição.

- Ok! Com o plano da Salvação firmado, o que você pretendeu fazer daquele dia em diante?

- Eu me determinei a enganar a todos. A fazer cada humano perder os poucos anos de vida que iriam ter recusando o chamado de Deus e cometendo pecados e mais pecados. Eu queria que todos esquecessem de Deus, mas sempre houveram pessoas que se mantinham fieis, permitindo que Deus e Miguel ainda andassem pelo meu mundo. E quando aconteceu o diluvio e eu mesmo achei que seria destruído. Ou que sobraria apenas os adoradores de Deus que estavam na Arca. Só que uma vez mais consegui corromper as gerações posteriores.

- E quando Deus escolheu o próprio povo, como você reagiu?

- Eu fiquei furiosíssimo e me dispus a acabar com eles. Por mais que eu matasse, ou os fizesse deixar Deus de lado, Ele sempre arrumava um jeito de consertar as coisas e levantava homens fieis para cumprir a missão. E de gênesis até hoje é assim. Com isso aprendi que Deus sempre esteve no controle querendo eu ou não!

- E a primeira vinda de Miguel?

- Nem me lembre disso! Eu queria matar todas as crianças do mundo na noite em que soube do nascimento dele, mas infelizmente não posso fazer tudo o que eu quero. Eu então deixei passar, e decidi arrumar uma maneira de faze-lo falhar, mas de nada adiantou! Eu tentei faze-lo desistir desse plano bobo, tentei fazer cai-Lo em pecado mas nada! Eu fiquei torcendo para que no Gólgota Ele gritasse pelo Papai e todos os Anjos que o estavam rodeando o tirassem dali. Mas alimentei a Esperança de que Ele como um homem, a mercê da morte não conseguiria vence-la. Mas além de ter vencido o poder do pecado, e ter aberto ao homem a porta da salvação, Ele teve que ressuscitar! – Ele respondeu furioso.

- E quando Ele voltou ao Céu e deu a ordem para que os discípulos pregassem o evangelho você achou que conseguiria impedir isso?

- Mas é claro! E eu lá ia ficar de braços cruzados vendo Deus ganhar? É claro que não! Uma vez mais eu fiz de um tudo! Morte, dificuldades e bla bla bla… Mas os malditos discípulos eram insistentes e seus seguidores também. E como vi que não conseguiria barrar o cristianismo, resolvi corrompe-lo ao agregá-lo ao poder politico romano. As pessoas estariam enganadas achando que estavam adorando a Deus, mas na verdade não estavam, porque meia adoração não vale! Mas mesmo assim Deus manteve Cristãos fiéis, mesmo após todas as mortes que provoquei, e os enfiou nas montanhas. Mas eu ingenuamente achei que isso duraria para sempre, mas não! Ele levantou os malditos protestantes que acabou abalando as bases do meu engano, e eu tinha que recorrer a outras táticas!

- Foi quando surgiu o Iluminismo?

- Não exatamente, Deus usou o iluminismo para tentar abrir os olhos de outras pessoas, mas eu também usei e tentei trazer as teorias que eu havia aplicado no oriente para o ocidente, de que cada um é dono de si mesmo e que Deus não existe. Apesar do êxito, Deus conseguiu contornar e afastar pessoas dos meus enganos. Eu então resolvi corromper o protestantismo e consegui. A primeira coisa que fiz, foi faze-los crer que o Sábado não tinha valor nenhum, mas que o Domingo era importante por ter sido o dia da Ressurreição de Miguel.

- Hum… Pelo histórico que conhecemos você tem uma certa rixa com o Sábado, certo?

- Certíssimo! Não apenas com o Sábado, mas com toda a lei de Deus. O Sábado indica quem Ele é, E no que manda! Mudando o dia de guarda as pessoas estão reconhecendo a mim como deus delas! Mas continuando… O tempo passou e meus enganos não estavam dando certo, foi então que me aproveitei do crescimento cientifico para que de alguma maneira o surgimento do universo fosse explicado sem a existência de uma Deus criador, e como vocês sabem, eu consegui! Mas infelizmente na mesma época Deus levantou um povo que iria dedicar-se a guardar a Lei Dele, e que iria recuperar a maculada imagem do Cristianismo, e Ele tem conseguido isso até hoje através dos malditos guardadores do Dia Santo! – Ele responde furioso com os dentes trincados.

- Uhum! Graças a Deus nossa entrevista está chegando ao fim. Mas para finalizar nós queremos saber quais sãos os seus planos pro futuro. Já que, de acordo com as profecias, pouco tempo nos resta para o Dia do Grande Resgate.

- Bem, tudo o que fiz, o que eu faço e o que eu ainda farei é só pra destruir vocês. Durante essa guerra de pouco mais de 6.000 Anos, eu aprendi muito, e aprendi como ninguém a enganar cada um de vocês! E hoje eu arrumei maneiras mais eficazes de fazer vocês se rebelarem contra Deus! Eu fiz com que vocês se iludissem com essa vidinha medíocre que vocês vivem. Faço vocês se acordarem sem tempo para falar com Deus. Na verdade, sem tempo nem para pensar no que acreditar! A cada dia faço vocês se dedicarem unicamente ao trabalho a fim de conseguirem o mínimo de conforto possível! Roubo o tempo dos pais para seus filhos, e roubo dos filhos o tempo que tem para seus pais fazendo-os estudar como condenados e viver no mundinho dos jogos e da internet. Me aproveito da fome de vocês para lhes empurrar todas as porcarias possíveis para se comer, para que fiquem doentes e morram logo sem terem tido tempo de entrega a Deus. E quando estão cansados querendo diversão, eu logo ofereço festas e falsos amigos para que vocês continuem sem Deus e sem a necessidade de Te-lo. E para aqueles que preferem ficar em casa, ofereço uma variedade de filmes e programas idiotas que aos poucos corrompem o seu conceito do que é certo ou errado. Me aproveito das suas paixões para que as mulheres sejam humilhadas, e os homens morram moribundos e sós por terem sido tão cafajestes! Eu amo ver menininhas gravidas abortando seus filhos. Amo ver os rapazes dedicados a conquistarem mulheres para sexo e as jogarem para lá, continuando infelizes com suas bebidas. Amo ver famílias, a coisa mais preciosa criada por Deus serem destruídas. Amo ver que estou tendo êxito em fazer os jovens acreditar que há modelos alternativos de famílias, que eles podem viver com pessoas do mesmo sexo. Amo ver sangue e destruição, e almejo o dia em que serei destruído junto com cada um de vocês que tem ouvido a minha voz e recusado a Salvação! Eu estou empenhado na minha tarefa de destruir cada um, custe o o que custar. Pouco tempo me resta, e eu estou aproveitando. Diferente daqueles que deveriam levar ao mundo a mensagem da salvação, mas que estão dormindo! Eu só tenho a aplaudir vocês, e rir da cara de Deus porque eu estou ganhando mais pessoas para a destruição!

- É… Bem… Vamos ficando por aqui! Eu agradeço a entrevista! Fuuuuiii!

 

E então, ainda vai ignorar o chamado de Deus pra você hoje?! Espero que não!