Páginas

Busca

Translate

06/10/2011

Infância Perdida

violencia-contra-a-crianca1Crianças, para Deus elas são O Reino dos Céus. Para alguns pais, um presente do Senhor, uma verdadeira benção! Mas para pessoas sem coração elas não passam de pirralhos inúteis, fáceis de serem abusadas, seja no trabalho, como sexualmente. Para essas pessoas, crianças não merecem atenção ou uma educação digna, seja ela em estudos ou principalmente moral e espiritual.

E atualmente muitos pais ignoram a importante e decente educação que devem dar aos seus filhos, deixando essa responsabilidade nas mãos da TV, Cinema, Música e pessoas sem escrúpulo algum. E ainda mais, deixando a porta aberta para que o Inimigo entre na vida delas e as guie pelas trevas.

275457-630x495Um claro e triste exemplo é o do garoto da foto ao lado, Thomas Lobel, que agora se chama Thammy. Ele, que possui o chamado “Transtorno de Identidade de Gênero”, que é um transtorno psicológico que afeta homens e mulheres em qualquer idade, onde os mesmos creem ser do sexo oposto, e por não conseguirem conviver bem com sua sexualidade original, digamos assim, chegam a suicidar-se ou mutilam seus órgãos sexuais. As mães do garoto, que são homossexuais, temendo que na puberdade, fase onde esse transtorno é mais evidente e perigoso, pudesse ser uma passagem demasiada problemática para ele, decidiram dar inicio ao processo de troca de sexo dele quando ainda tinha 08 anos de idade.

Hoje com 11 anos, ele ainda não mudou por completo de sexo, mas vários procedimentos já foram dados, como a injeção de hormônios para que seu corpo se desenvolva como o de uma menina. O procedimento não foi finalizado para que, se ele decidir passar pela puberdade como um garoto, o tratamento possa ser retardado sem interferir em nada. Mas ao que tudo indica o que ele quer ser mesmo é uma menina. Como as próprias mães, Pauline Moreno e Debra Lobel disseram, “Eu sou uma menina” foi a primeira coisa que ele aprendeu a falar. Vale ressaltar que elas declararam total apoio ao procedimento de mudança de sexo do menino.

Eu então me pergunto, que sentido faz dar inicio ao procedimento de mudança de sexo num garoto de 08 anos? Como uma criança dessa idade pode simplesmente definir que pertence ao outro sexo, se nem ao menos chegou a idade em que a sexualidade começa a florescer necessariamente? Como podem duas mães fazerem algo assim? Por mais que elas sejam lésbicas, elas não podem impor sua visão de sexualidade a uma criança que não sabe o que é sexualidade, sem ao menos dar o direito ao menino de escolher que caminho seguir!

Essa é uma realidade não só de Thomas, mas de outras crianças que vão a clinicas especializadas para esse tipo de coisa, onde só nos EUA já existem 04 clinicas. Provavelmente não demorará muito para que clinicas assim se alastrem pelo mundo, e que consequentemente, mais e mais crianças, principalmente filhos de pais homossexuais, ou de pais heteros, mas simpatizantes, sejam levados a essas clinicas para terem seu sexo mudado. Isso com a desculpa do tal “Transtorno da Identidade de Gênero”,  o qual vários pesquisadores tem creditado mais fatores externos influenciáveis, do que algo que já vem programado nos genes.

Já não bastasse a invasão da vaidade no mundo das crianças e adolescentes, além da demonização e degradação da imagem infantil em filmes e histórias de terror e pornografia, sem contar com a exploração do trabalho e as atrocidades sexuais sofridas por elas no mundo inteiro a cada segundo, mais uma atrocidade está a limitar o prazer de ser criança, que é a preocupação desde cedo com a sexualidade, e a normalização da imagem sexual diante delas, causando uma verdadeira confusão na mente de cada criança inocente, influenciando-as a tomar rumos diferentes contrários aqueles que Deus já havia planejado para cada um desde antes de nascerem.

É triste ver que os pais, inclusive os cristãos, tem negligenciado todos os conselhos de educação para os filhos dados por Deus. “Eduque a Criança no caminho que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele”. Esse verso presente em Pv. 22:06, Não está mais sendo executado dentro das famílias. Por que se estivesse, essas coisas não estariam acontecendo.

Qual é o pai ou a mãe hoje que dedica ao menos alguns minutos aos filhos? Muito pelo contrário. Os pais Jogam durante parte do dia seus filhos na escola, crendo que a educação moral lhes será dada. Já na outra parte do dia os filhos ficam a sós ou com suas babás consumindo todos os males veiculados pela Tv e Internet. Ao chegar a noite, cansados de seus trabalhos, esses pais ignoram os pedidos de atenção dos filhos e os mandam fazer qualquer outra coisa.

A obrigação desses pais em educar os próprios filhos, foi jogada literalmente nas mãos do mundo, e Satanás está aproveitando-se dessa oportunidade, e através de colegas e amigos, tv e internet, ele tem agido para transformar toda uma geração de crianças, em futuros adultos sem escrúpulos e desobedientes a Deus. Além de se aproveitar dessas oportunidades para fazer com que uma pessoa chegue ao ponto de violentar uma doce criança.

“Por parte de muitos pais há um sentimento cego e egoísta, impropriamente chamado amor, que se manifesta deixando-se as crianças, com o juízo ainda por formar-se e as paixões indisciplinadas, à direção de sua própria vontade. Isto é a máxima crueldade para com a juventude, e grande mal ao mundo. A condescendência por parte dos pais ocasiona desordem nas famílias e na sociedade. Confirma no jovem o desejo de seguir a inclinação, em vez de submeter aos mandamentos divinos. Assim crescem com um coração adverso a fazer a vontade de Deus, e transmitem o espirito irreligioso e insubordinado a seus filhos, e filhos de seus filhos”. “E esta é a razão por que há tantas famílias sem Deus; é a razão porque a depravação é tão profunda e espalhada”. Patriarcas e Profetas P. 94, 95. Ellen G. White.

Como podemos ler nas sábias palavras de Ellen inspiradas por Deus, o quadro atual das crianças e adolescentes, reflete o aumento e a normalização de pecados passados de uma geração a outra. E infelizmente esse mal está entrando nos lares Cristãos onde deviam reluzir a luz de Cristo ao mundo e servir como exemplo de um lar mantido pela graça divina

“…o pai, como o sacerdote da casa, deponha sobre o altar de Deus o sacrifício da manhã e da tarde, enquanto a esposa e filhos se unem em oração e louvor”. Patriarcas e Profetas P. 96 Ellen G. White.

Se as famílias atendessem às recomendações de Deus, com certeza as atrocidades e perversidades em que as crianças estão sendo colocadas, não existiriam. Satanás não encontraria brecha de atingi-las. Mas enquanto as família continuarem sendo formadas fora dos planos de Deus, as crianças e adolescentes continuarão a seguirem com suas “paixões indisciplinadas”, seguindo as próprias vontades e afastando-se cada vez mais do Deus que às formou no ventre de suas mães.

Na próxima semana estaremos comemorando o ‘Dia das Crianças’, e devemos parar para analisar como estamos comemorando tal dia. Os presentes e as brincadeiras na escola, não são mais importantes que a atenção que os pais devem dar aos seus filhos, e de intercederem em oração a Deus por eles. Ou então daqui uns anos estaremos comemorando o dia dos “bonecos refeitos sexualmente”. Ou se quer haverá crianças enquanto homens e mulheres em seu egoísmo continuarem com a chacina de crianças ainda em sua formação, e até mesmo após nascidos, quando eles sofrem a perda da infância, com as mais infelizes e variadas atrocidades cometidas diariamente a cada vez mais.